15/03/2013 às 10:12 - Atualizado em 05/01/2017 às 11:59

Mercado de trabalho segue influenciando vendas

As vendas no comércio varejista iniciaram o ano com alta de 5,9% em relação a janeiro de 2012, segundo a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada hoje (14) pelo IBGE. Dos oito ramos que compõem o varejo restrito, todos revelaram expansão nas vendas, com destaque para artigos de uso pessoal e doméstico (+13,9%) e artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (+10,4%). Influenciado pelas pressões inflacionárias, o ramo de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo cresceu menos que os demais (+3,4%).

O varejo ampliado, que abrange os resultados do comércio automotivo (+8,1%) e de materiais de construção, cresceu (+11,6%), obtendo desempenho mais forte (+7,1%). Em termos regionais, destaque para a região Centro-Oeste (+8,5%) e para os Estados de Mato Grosso do Sul (+17,5%), Rio Grande do Norte (+13,8%) e Paraíba (+13,1%). Para a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o comportamento recente do mercado de trabalho, com alta de 6,6% nos últimos 12 meses, tem contribuído significativamente para o desempenho das vendas, assim como a concessão de crédito, que avançou 5,0% em termos reais nesse período. Para 2013 a expectativa da entidade é que haja incremento de 6,5% nas vendas do varejo restrito.

 

 

Fonte: Portal CNC